Fígado, leite, ovos, nozes e peixes são alguns dos alimentos ricos em biotina, a vitamina B7

A biotina, também conhecida como vitamina B7, faz parte do famoso complexo B, que de uma forma geral trabalha para o bem-estar do sistema nervoso. Mas se analisarmos cada uma das vitaminas desse grupo, veremos que os seus benefícios são distintos, embora todas sejam muito importantes para o nosso corpo funcionar bem. B1, B2 e B12 são velhas conhecidas, mas a B7 também é essencial para o nosso organismo e deve estar presente na nossa dieta diária. Para você entender mais sobre o assunto, nós preparamos uma matéria especial com os motivos para consumi-la e uma lista de alimentos que são fonte desse nutriente.

Vitamina B7 trabalha na síntese de ácidos graxos

Antes de mais nada é preciso entender os benefícios do consumo da biotina, que no passado era conhecida como vitamina H. De uma forma geral, ela trabalha na síntese de ácidos graxos no organismo. Não entendeu? Tenha em mente que os ácidos graxos essenciais nada mais são do que as ômegas 3 e 6. Essas, por sua vez, ajudam no crescimento muscular, evitam problemas nas articulações e ainda ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL). Por fim, evitam problemas neurológicos ao atuar na transmissão de impulsos nervosos.

Biotina é uma vitamina que fortalece cabelo e unhas

Uma das características mais lembradas da vitamina B7 é que ela é boa para a saúde de unhas e cabelos. Embora não seja comprovado de fato que ela possui alguma relação com a queratina (proteína presente nessas nas duas áreas do corpo citadas), uma coisa é certa: a deficiência de biotina causa tanto a queda de cabelo quanto o enfraquecimento das unhas.

Vitamina B7 é boa para a pele

Outra vantagem no consumo da biotina é que ela é boa para a pele. E não, ela não tem relação com o colágeno e com a elastina, mas sim ajuda no metabolismo de lipídios (gorduras), carboidratos e proteínas. Com isso, evita que a pele resseque, mantendo-a saudável por mais tempo.

Alimentos ricos em vitamina B7

Agora que você já entendeu os benefícios da vitamina B7 na sua alimentação é importante saber onde encontrá-la. A boa notícia é que a biotina está muito presente no nosso cardápio do dia a dia, e por isso é muito difícil que alguém tenha deficiência desse nutriente.

Dentre os que aparecem com mais frequência temos a gema do ovo e o leite integral, mas além disso uma boa quantidade de biotina aparece nos seguintes alimentos: peixe, arroz integral, tomate, nozes, alface, cenoura, cebola, avelã, amêndoa, batata, fígado e banana. Por isso, com uma dieta variada e rica em nutrientes dificilmente você irá sofrer com a ausência dessa vitamina no seu organismo.

Efeitos colaterais da biotina

Biotina é uma vitamina que, assim como qualquer outro nutriente, não deve ser consumida em excesso. Entre os seus efeitos colaterais os mais marcantes estão irritações na pele e desconforto estomacal. Além disso, o suplemento de biotina não é indicado a mulheres grávidas, então se esse é o seu caso consulte antes o médico para saber se o medicamento está permitido na sua dieta.

Publicada em: 12/3/2019

Revisada em: 04/02/2020