Você sabia que, além de deliciosa, a avelã controla os níveis de colesterol e é boa para ossos, músculos e articulações?

Pelo seu sabor delicioso - que lembra muito o de nozes - e pela versatilidade em receitas doces e salgadas, a avelã é uma boa opção para adicionar no cardápio. Mas você sabia que, além disso, ela também tem a vantagem de entregar vários benefícios para a saúde? Seu alto teor de gorduras insaturadas, por exemplo, ajuda a aumentar a energia e a diminuir o nível de colesterol ruim, enquanto a presença de vitaminas do complexo B faz bem para o sistema nervoso. E não para por aí: esse fruto da aveleira, que tem o nome científico Corylus Avella, também ajuda a regular o sistema digestivo, prevenir o câncer pela presença de antioxidantes e muito mais.

Já viu que não dá para deixar a avelã de fora da dieta, não é? Entenda melhor sobre ela e descubra a melhor maneira de acrescentá-la na sua alimentação:

Gorduras insaturadas da avelã aumentam a energia e regulam o colesterol

Quando se fala que um alimento é rico em gorduras, a maioria das pessoas logo pensa em algo altamente calórico e prejudicial para o organismo - no entanto, existem exceções. Quando a gordura que aparece na composição é a insaturada, a chamada "gordura boa", o organismo é beneficiado pelo aumento de energia e por um melhor funcionamento do sistema cardiovascular.

Esse é justamente o caso da avelã. A maior parte de suas gorduras é o monoinsaturado ácido oleico, que ajuda a aumentar a disposição do corpo ao mesmo tempo que reduz o colesterol ruim (LDL) e aumenta o bom (HDL).

Sistema nervoso é beneficiado pela presença de vitaminas do complexo B

Você sabia que a avelã também faz bem para o sistema nervoso? Isso porque ela é rica em vitaminas do complexo B - especialmente a B6, que atua diretamente nos nervos e ainda faz com que o cérebro funcione de maneira mais eficaz.

E não para por aí: a presença desse componente também pode ajudar quem sofre com problemas emocionais - depressão e ansiedade, por exemplo - por agir na produção de serotonina, que é considerado o "hormônio do humor".

Avelã também regula o sistema digestivo e ajuda a controlar o peso

Por ser rica em fibras, a avelã também tem a vantagem de melhorar o metabolismo por regular o funcionamento do sistema digestivo. Além disso, também ajuda quem deseja perder peso ou quer seguir uma alimentação mais saudável por aumentar a sensação de saciedade - propriedade que impede as beliscadas entre uma refeição e outra e o exagero nas porções.

Antioxidantes do alimento previnem o câncer e o envelhecimento precoce

Além de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, a avelã também conta com antioxidantes. Sendo assim, entre seus benefícios, está o combate aos radicais livres que podem facilitar o surgimento da doença e, ainda, ao envelhecimento precoce das células.

Ossos, músculos e articulações também são beneficiados pelo alimento

Como o magnésio é um dos principais componentes da avelã, o alimento também pode ser um aliado de quem deseja ganhar massa magra. Isso porque esse mineral ajuda a regular a quantidade de cálcio no nosso corpo - contribuindo, assim, para uma melhor recuperação no pós-treino e, consequentemente, para uma maior definição dos músculos.

As articulações e os ossos também são beneficiados pela presença dessa substância, ficando fortalecidos e com menores chances de doenças - como artrite, artrose e osteoporose, por exemplo.

Como acrescentar a avelã na alimentação?

Agora que você entendeu os benefícios da avelã, já deve querer adicionar o alimento na sua dieta para ontem! Mas, se ainda não sabe como fazer isso, não precisa se preocupar: separamos algumas opções simples e saudáveis para qualquer pessoa acrescentar o ingrediente no cardápio.

1. In natura

Uma das maneiras mais práticas de consumir avelã é simplesmente comê-la "in natura". Para fazer isso, é só remover a sua casca, separar a quantidade que achar ideal para sua fome (sem exageros, é claro) e pronto! A opção cai bem tanto como um complemento do café da manhã quanto no lanche da tarde.

2. Torrada

Se não quiser comer a avelã de maneira totalmente natural, você também pode dar uma incrementada no sabor torrando o fruto. O modo de preparo é bem simples: basta deixar uma porção na assadeira por alguns minutos, colocar em uma peneira para retirar o excesso de pele e, por fim, remover o que sobrou com as próprias mãos.

3. Como ingrediente extra na salada

Como a avelã também pode ser usada em pratos salgados, que tal adicioná-la na salada para um toque crocante na receita? É só preparar os vegetais normalmente e salpicar um pouco do fruto no final para garantir um sabor a mais. Se desejar, também vale acrescentar um delicioso molho para tornar tudo ainda melhor!

4. No leite

Também dá para consumir a avelã na bebida apostando em um leite que conte com ela como um dos principais ingredientes. Inclusive, essa é uma ótima opção para vegetarianos, já que não é de origem animal. É possível prepará-lo em casa, mas já existem versões prontas no mercado para facilitar sua rotina na cozinha.