A técnica de branqueamento pode preservar em até 6 meses as composições nutricionais dos alimentos. Veja como fazer da maneira correta o congelamento dos vegetais!

Congelar alimentos na geladeira, principalmente o grupo dos vegetais, é uma prática muito saudável e extremamente funcional de preservar esses ingredientes no dia a dia. No entanto, as pessoas ainda não têm um pleno conhecimento sobre as formas corretas de armazenamento. A técnica do branqueamento, de preparar os alimentos antes de levá-los ao freezer, por exemplo, é uma das maneiras mais eficazes, mas ainda pouco usada, de conservar os nutrientes por muito mais tempo e de forma segura. Entenda como ela funciona!

Optar pela praticidade de congelar os alimentos é uma maneira de ter uma alimentação equilibrada, com produtos naturais, diminuindo consideravelmente o desperdício alimentar. O congelamento, feito da maneira correta, absorve boa parte dos nutrientes dos alimentos, chegando a 70% de preservação, além de não alterar em nada o sabor do produto. Em relação a isso, o branqueamento se destaca entre as mais importantes formas de armazenamento. A nutricionista Paola Lisboa explica como funciona essa técnica que, segundo pesquisas, pode dar sobrevida de até 6 meses aos alimentos:

"O branqueamento é uma técnica de congelar legumes e vegetais ideal para correria do dia a dia. O processo consiste em lavar bem os alimentos e cortá-los em pedaços pequenos. Depois, colocá-los em uma panela de água fervente e esperar até que a água ferva novamente com os vegetais dentro. Espere 2 minutos e retire os alimentos colocando-os de imediato em um recipiente com água gelada e gelo e aguarde mais 2 minutos ou até os alimentos estiverem completamente gelados. Escorra a água e separe os vegetais em pequenas porções para levar ao freezer. É importante que os alimentos sejam identificados com etiquetas contendo a data de congelamento", explica a nutricionista.

Como preparar os alimentos após descongelar?

Refogar é sempre o ideal. Essa técnica intensifica o sabor, agrega nutrientes e torna o prato mais atrativo. Invista nas tradicionais uniões de alho e cebola, salsa e cebolinha, e, claro, aquele toque de azeite extravirgem! Essas combinações são indispensáveis na hora da sua preparação, tornando-as, inclusive, mais práticas de fazer. Você ainda pode inovar acrescentando molho de tomate caseiro ou legumes e vegetais frescos para proporcionar ainda mais sabor!

Quais alimentos não podem ser congelados?

Como toda regra há exceção, com o congelamento não seria diferente. Alguns alimentos como ovos cozidos, maionese e batata não podem ir para o freezer, uma vez que congelados eles perdem a sua textura, cor e até mesmo o sabor. O ideal nesses casos, é preparar apenas o que for consumido na hora, para que não haja o desperdício dos alimentos.

No mais, folhas, legumes, verduras e até pratos prontos podem ser encaminhados para o congelamento, seja para evitar o desperdício ou para facilitar as próximas preparações. Lembrando que os alimentos que forem congelados já temperados, há uma ênfase no sabor e sua textura se torna mais macia, por isso, tenha atenção na quantidade de tempero e no tempo de cozimento.